4.8.12

16º Capítulo – “Eles estão em casa?”

- Tem calma princesa, vais ver que não é nada... - Disse o Dudu ao perceber que eu tinha lágrimas nos olhos.
- Eu nem quero imaginar se lhes acontece alguma coisa… Tenho tanto medo! – Desatei a chorar. Não costumava fazê-lo mas estava com um pressentimento muito mau. O Duarte abraçou-me. Não disse nada apenas me abraçou. Fez-me sentir melhor por momentos. 
Pegou na minha mão. 
- Vai tudo ficar bem Filipa.
- Obrigada príncipe.
Fui para o meu quarto, pus numa mala uma muda de roupa e na da escola os livros para o dia seguinte. Provavelmente ia voltar a dormir em casa do Dudu. 
Assim foi. Chegámos a casa e a D. Mariana já lá estava. Estranhou a demora e já estava preocupada. O Dudu acalmou-a e eu contei-lhe o que tinha acontecido. Ela disse-me que iria ficar tudo bem e também disse que se os meus pais não dissessem nada até ao dia seguinte que tentava encontrá-los ligando para todos os hospitais. Se continuássemos sem notícias deles, iríamos à Polícia comunicar o desaparecimento. 
Eu só queria que aquilo tudo não fosse necessário. Que a minha mãe ligasse a dizer que estava tudo bem. Não me importaria se ela dissesse que se distraiu com as horas a passear com o meu pai ou coisa parecida, apenas queria saber que estava tudo bem. 
Jantámos e depois fomos ver televisão para a sala. Estava cheia de sono, mas não queria ir dormir para o caso de a minha mãe ligar. O telefone estava na sala e eu podia dormir no sofá. A mãe do Dudu discordou, mas eu insistiu e ela acabou por ceder. Não queria adormecer pois podia não ouvir o telefone. 
- Ainda estás acordada? – Surge o Dudu, vindo do quarto.
- Sim… Não quero dormir, a minha mãe pode ligar e eu depois posso não ouvir o telefone a tocar. – Expliquei. – Mas o que estás aqui a fazer?
- Estou preocupado contigo… Não te quero deixar aqui sozinha. 
- Não te preocupes príncipe, é na boa, eu fico bem. – Tentei convencê-lo, mas sem êxito.
- Nem pensar, eu venho dormir contigo. – Disse decidido. E antes que eu pudesse dar-lhe resposta, ele desapareceu e dois segundos depois voltou com a almofada dele e com mais um cobertor. 
- Oh Dudu, a sério não é preciso! 
- É sim. Vá chega para lá, para cabermos os dois. – Retorquiu. 
O sofá não era muito grande, mas era suficiente para cabermos os dois, se nos apertássemos. Previa umas dores enormes nas costas no dia seguinte, mas não me preocupei.
A única maneira de cabermos decentemente era dormirmos tipo conchinha. Ou aquilo a que se chama a posição fetal. O Dudu acabou por pôr o braço dele “à minha volta” ou seja por cima da minha barriga. 
Depois de umas voltas na “cama” acabei por adormecer. 
De manhã, fomos acordados pela D. Mariana. 
- O que é que se passa, a minha mãe ligou? – Perguntei ensonada. Tinha a impressão que ainda era de noite, mas ao ver que como mãe do Duarte estava vestida percebi que provavelmente eram horas para irmos para a escola. 
- Não Filipa tem calma. Ainda não são horas de acordarem, apenas queria dizer-te para me dares a chave de tua casa, para ver se alguém está lá. Se calhar os teus pais já lá estão e esqueceram-se de te avisar. – Disse ela.
- Pois, é boa ideia. Mas não tem de ir para o trabalho?
- Tenho, mas ainda tenho tempo de passar em tua casa. Depois ligo-te. 
- Ok, obrigada. A chave está na mala azul, no bolso pequeno. – Indiquei.
Ela saiu e eu já não consegui adormecer. Estava desesperadamente à espera de uma boa notícia.
- Estou Filipa? – Disse a D. Mariana do outro lado.
- Sim. Eles estão em casa? 

10 comentários:

Diaana Santos disse...

sem dúvida

Diaana Santos disse...

Acho que ninguém estava à espera!
Muito obrigada pelo apoio e por não teres desistido de mim.
És a maior

Princesa Perdida disse...

Pois também acho que ninguém estava à espera!
Não precisas de agradecer querida, já sabes que podes contar comigo. Não, tu é que és a maior ♥

poeta apaixonada disse...

Gostei muito princesa. Tou ansiosa para ler o proximo. publica-o rapido *-* ♥

Princesa Perdida disse...

Obrigada princesa ♥ Amanhã vou já publicar o próximo amor *-*
Beijinho*

Diaana Santos disse...

Tinhas mesmo de parar nesta parte?
Que má!
Agora tenho de esperar
apesar de ser por uma boa causa

Princesa Perdida disse...

Claro que tinha!
Ahah!
Pois tens de esperar, mas não é muito porque amanhã posto já o próximo :D

CSJA ** disse...

Tu e a tua mania de nos matares de susto! Amei princesa, mas quero o próximo rapidoooooo :D
Pleaseeeeee *----*
Beijinhos grandes!*

Princesa Perdida disse...

Ahah, eu gosto xD Ainda bem que amaste princesa, e o próximo? Vou já pôr :D
Beijinho grande*

Duarte M. disse...

Posha a tua mania de acabar sempre em mistério xD