20.8.12

23º Capítulo - "Importas-te?"

- És mesmo convencido! – Respondi chateada. 
- Tu até gostas… - Disse, atrevido.
- Opá cala-te! 
- Vem cá calar-me! – Provocou-me.
- Olha que eu vou aí… 
- E fazes o quê?
- Hum… Prego-te um beijo nessa boca, vais ver. – “Ameacei”.
- Duvido… - Voltou a provocar-me com um sorriso nos lábios.
- Ai duvidas? – Aproximei-me lentamente.
- Duvido mesmo. – Ficou imóvel. 
Aproximei-me cada vez mais, até que os meus lábios voltaram a encontrar os dele. Cada beijo nosso era algo especial. 
- A seguir à escola vamos àquele sítio? – Perguntou-me ele. 
- Hum hum. – Respondi enquanto me olhava ao espelho. – O que visto? – Perguntei.
- Não sei, qualquer coisa te fica bem princesa. – Respondeu, enquanto me abraçava por trás.
- Oh, que fofinho que ele está! – Disse virando-me para ele. – Obrigada príncipe. – Voltei a beijá-lo. 
Depois fui vestir-me. Estávamos em dezembro, portanto estava frio lá fora. Decidi levar algo simples. Quanto ao cabelo decidi fazer uma trança em cascata. Agora sim estava pronta. 
- Dudu, já estou pronta! - Gritei.
- Já vou. - Saiu da casa-de-banho. Pôs aquele perfume que eu lhe ofereci nos anos. - Uau!
- O que é? - Perguntei, perante o "uau" dele. 
- Estás linda! Essa trança fica-te bué bem. – Corei. Na realidade estava igual aos outros dias, mas decidi fazer aquela trança, apenas porque sentia a necessidade de estar bonita, naquele dia. Porquê? Não sei…
- Oh, obrigada. Tu também estás lindo. Vá, anda. 
Fomos para a escola. 
Eu e o Dudu sempre fomos pessoas bastante solitárias. Ou talvez isso se devesse ao facto de só gostarmos de estar um com o outro. Sabíamos que fazer amigos não seria assim tão boa ideia. Talvez porque tínhamos medo que aquilo nos iria. Ou então tínhamos medo de nos magoar, ao conhecermos outras pessoas… Essas pessoas podiam fazer-nos sofrer, etc. Era assim que pensávamos. E nós os dois podíamos confiar um no outro. Quando estávamos juntos algo nos protegia do “mundo exterior”. Às vezes tentávamos fazer amizades. Mas queriam sempre saber demasiadas coisas sobre as nossas vidas. Aí fechávamos-mos em copas. E muitos rapazes achavam que tinham de seguir uma regra: os rapazes andavam apenas com rapazes. Elas que se entendessem. Porque um rapaz estar com raparigas era considerado um comportamento gay. Mas como o Dudu estava estritamente comigo, as coisas eram diferentes. A maioria achava que nós namorávamos. Nunca viram um beijo ou algo parecido entre nós, apenas grande cumplicidade. Mas esta era a única forma que encontraram para explicar estarmos sempre só os dois. A verdade é que não namorávamos… Mas depois do que aconteceu hoje não se estávamos assim tão longe disso.
Enquanto caminhávamos, o Duarte deu-me mão, entrelaçando os nossos dedos. Olhei para ele e depois para as nossas mãos. 
Importas-te? – Disse ele, olhando para as nossas mãos entrelaçadas.
- O quê? Não… - Respondi um pouco corada. - Mas quando chegarmos à escola é melhor… Para evitar comentários – Senti a necessidade de me justificar.
- Ya, também acho… 
Caminhámos o resto do caminho em silêncio, como raramente acontecia. Mas aquilo tudo estava a tornar-se muito estranho entre nós. Sempre fomos melhores amigos, praticamente irmãos… E agora, éramos o quê?

13 comentários:

мє™ disse...

Gostei muito do texto. Muito autentico :)
Parabéns!

Quase-Princesa disse...

Ainda bem que gostaste! Obrigada :)

poeta apaixonada disse...

Estava lindo princesa *-*
Adorei. Bjs

Quase-Princesa disse...

Ainda bem que gostaste princesa *-*
Bjs*

# Be Swag disse...

perfeitooo , já ñ admira nd (: adoro adoro!
Beijinhos *

Quase-Princesa disse...

Oin, tão fofinha *-* Obrigadaa :D Ainda bem que gostas!
Beijinho*

Alex disse...

LINDO, gosto muito do que escreves...
Beijinhos

Quase-Princesa disse...

Ainda bem que gostas querida e obrigada :D
Beijinho*

Catarinaaa' disse...

Estive a ler a historia toda e esta simplesmente perfeita *-*
Escreves mesmo bem, continua (:

Quase-Princesa disse...

Oh, tão querida obrigada *-*
Obrigada (; São princesas como tu que me dão forças para continuar!

CSJA ** disse...

ESTÁ TÃAAAAAP PERFEITO *-* Parabéns rainha !!!!

Quase-Princesa disse...

OIN *-* OBRIGADAAA RAINHA:D

Duarte M. disse...

Eram namorados ahaha